4 de jun de 2015

Primeiras impressões: The Witcher 3: Wild Hunt.

E ai galerinha da All Games Brasil, tudo certo? estou de volta depois de muito tempo sumido e o blog parado com as primeiras impressões de The Witcher 3: Wild Hunt! Joguei o game por mais ou menos 8 horas, e já deu pra tirar uma boa impressão desse maravilhoso game. Então vamos lá!




Primeiras impressões foram boas ou ruins? 

Vou ser sincero à todos os seguidores desse blog, eu não esperava tanto desse jogo. Eu sempre achei que ele iria ser um jogo bom, mas não achei que ele superasse a minha expectativas, e o jogo está mais do que bom, está perfeito! O jogo me prendeu desde o inicio, e até hoje estou tentando zerar em 100%  o jogo realmente chamou minha atenção. Os gráficos são lindos, a jogabilidade é bem gostosa de se jogar, o mapa desse jogo é enorme, é um jogo tão bom te deixa de queixo caído, mas claro, nada é perfeito, The Witcher tem seus altos e baixos. Logo abaixo vocês irão saber quais são:

BOAS  IMPRESSÕES: 

Game enorme... Não apenas no ponto de vista geográfico!



Todos devem saber que o mapa de The Witcher 3 é gigantesco, mas o bom é que não só  o ponto de vista geográfico que é grande, mas também quando se fala em "complexidade" conforme você explore os campos, cidades, masmorras encontrados no jogo, descobre missões e atividades paralelas que contribuem para que você simplesmente se perca nesse mundo, e falo isso da melhor maneira possível, você vai se perder!

O Universo de The Withcer é tão grandioso que eu precisaria de mais ou menos três textos pra escrever tudo aqui, e olha que ainda nem zerei o game, imagina oque ainda está por vir?

Modo de combate muito bem elaborado.



Como todos obviamente sabem, Geralt é um bruxo. Ele carrega duas espadas, uma para matar monstros e outro para matar humanos. Além das espadas ele tem magias de todos os tipos como: defesa, ataque de fogo, vento e outros tipos.

Você sempre irá encontrar inimigos no caminhos, sejam eles humanos, criaturas magicas ou até mesmo animais selvagens.

E Geralt também tem os "Sentidos de bruxo" isso faz com que o personagem ouça e veja melhor. Com os Sentidos de bruxo ele pode ouvir um inimigo a quilômetros de distancia, ver onde tem um item importante por perto ou até mesmo achar pistas pra terminar a missão. Isso é muito util e divertido de usar no game!

Gráficos impressionantes!




The Witcher sempre teve um gráfico bacana, desde o primeiro. Mas no terceiro os gráficos se superaram, está bilhões de vezes melhor do que os seus anteriores. A Iluminação está perfeita, sombras, textura e tudo mais. Mas claro, nem tudo é perfeito, os gráficos de The Witcher 3 também tem seus pontos fracos, espere que logo logo eu chegarei nessa parte.


Roteiro interessante.



Eu sei que ainda não zerei o jogo, mas o roteiro me prendeu e estou gostando muito da historia. Na maioria das Cutscenes você escolherá oque o personagem vai fazer ou falar de acordo com suas escolhas. Esse foi um dos detalhes que me chamou a atenção e que ficou perfeito no game!



MÁS IMPRESSÕES: 

Jogabilidade um pouco complicada.



Wild Hunt sempre foi um pouco complicado nos comandos, sempre teves comando tão complicados que são difíceis de gravar no inicio da carreira. É botão que ataca, botão que pula, defende, esquiva, seleciona magia, ataca com a magia, entra no menu, da pause, mudar o equipamento do personagem, mudar magias do personagem, fazer alquimia e outras variedades de coisas que o Wild Hunt oferece. 

Felizmente o jogo possui um tutorial um pouquinho longo, que vai te ensinar a base desses comandos. É verdade que, mesmo depois do tutorial, o jogador deve continuar com algumas dúvidas, mas nada que a prática não resolva. O que quero dizer é que: sim, o game possui comandos complexos e difíceis, mas isso não quer dizer que eles não façam sentido ou sejam truncados. Pelo contrário, tudo funciona muito bem, depois que aprendemos.

Alguns problemas técnicos. 

The Witcher 3 tem alguns problemas, entre eles defeitos técnicos (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Um dos pontos que nos decepcionou bastante foi a taxa de quadros por segundo, que em raros casos ficam travados em 30 quadros por segundo. Isso representa a suavidade do game e das animações. Em muitos casos a taxa de quadros vai cair, em termos técnicos, o que representa pequenos travamentos em algumas cenas mais rápidas.

Há outros problemas técnicos que permeiam o novo The Witcher, como objetos que são gerados sempre que a câmera retorna a um personagem durante um diálogo, criando um efeito bizarro, apesar de rápido, em alguns pontos da cena, além do carregamento entre um capítulo e outro e entre algumas cenas, que podem ser mais demorados do que se imagina.


Loading demorado.
Eu não sei se isso depende da versão do game, como eu estou jogando na versão do Xbox One, sempre que eu perdia em uma missão, o Loading pra recomeçar a missão demora certa de 5 a 6 minutos. Como eu disse, não sei se é a versão, acho que a versão pra PS4 ou para PC o loading seria mais rapido, principalmente pra PC. 




Graficos impressionantes, Porém... 

The Witcher 3: Wild Hunt (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Como eu tinha dito acima, os graficos de Wild Hunt são lindos! Mas tem seus defeitos. com texturas que demoram a carregar, bugs visuais de colisão de polígonos (em determinado momento, Geralt passou por dentro de um cavalo na cena), ou até mesmo a animação do personagem no controle do jogador, que é bem desengonçada em termos de movimentação. São problemas que podem e devem ser resolvidos com atualizações online, mas o que analisamos aqui é o game “puro”, ainda em seu lançamento, sem “patches”.

Dublagem decepcionante!



A dublagem brasileira desse jogo é muito ruim, os dubladores não mostraram um pingo de emoção nas vozes, o personagem pode está no meio de uma luta, ele vai falar calmamente como se nada estivesse acontecendo e as vozes não combina com os personagens. Mas é uma coisa fácil de se resolver, basta colocar em inglês que fica melhor, mas vou logo avisando que a original não está muito melhor do que a brasileira em questão de emoção, mas se não melhorar é só colocar sua TV no mudo e ser feliz.

Avisando que a dublagem não vai interferir em nada na diversão do jogo, ela é a de menos importância.



O game está perfeito e muito gostoso de se jogar. Na minha opinião é um forte concorrente à jogo do ano! o jogo é emocionante e viciante.


OQUE ESTOU ACHANDO ATÉ AGORA?




Então é isso pessoal, essas foram minhas primeiras impressões sobre o game. Em breve terá ma analise completa aqui no blog, logo assim que eu zerar o game!


O post foi

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...